quarta-feira, 6 de março de 2013

PROFESSOR ANTONIO FLORÊNCIO DANTAS - 01/01/1907



# PROFESSOR ANTONIO FLORÊNCIO DANTAS - 01/01/1907 a 31/12/1910
          Antonio Lourenço Dantas, natural de Apodi, nascido em 13 de junho de 1861. Iniciou seus estudos nesta cidade. Aperfeiçoando-se em Natal. Casou-se com Maria Laura Dantas, de quem nasceram dois filhos: João Batista Dantas e Olga Laura Dantas, ambos também ligados ao magistério, com excelentes serviços à causa escolar do Rio Grande do Norte. Em 1887, o professor Antonio Dantas submeteu-se aos exames obrigatórios, em Natal, para exercer o cargo de Professor, conseguindo plena aprovação. Pertenceu à escola antiga, tradicional, rigorosamente disciplinada, no tempo em que o castigo físico para o aluno era uma providência normal, na sua maioria recomendada pelos próprios pais.
          Durante suas atividades de mestre-escola, Antonio Dantas peregrinou por diversas cidades potiguares, sempre preferido e convocado pelas comunidades, sabedoras do seu talento e de sua abgnenação aos misteres da instrução. Apodi, Alexandria, Luís Gomes, Pau dos Ferros, Caraúbas, Mossoró e Itaú, foram cidades onde a juventude recebeu os sábios ensinamentos do dedicado mestre. Aposentou-se em 1908.
          Em Apodi, o velho professor Antonio Dantas desenvolveu, também, atividades de natureza política, ao lado do Coronel Ferreira Pinto, tradicional chefe político, filiado ao Partido Conservador. Prestigiado pelo amigo e contando com a simpatia e apoio dos conterrâneos, foi eleito presidente da Intendência Municipal, governando o município de Apodi, no período de 1º de janeiro de 1907 até 31 de dezembro de 1910.
          Homem inteligente admirável, possuidor de bons conhecimentos literários, o professor Antonio Dantas dedicou-se durante algum tempo, a atividades jornalísticas, publicando trabalhos em diversos jornais, principalmente sobre assuntos ligados a região de Apodi, de cujos problemas era profundo conhecedor.
          O Apodi, reconhecendo seu valor, como cidadão de bons predicados morais e homem com serviços prestados à sua região, deram o seu nome ao principal estabelecimento de ensino de Apodi: Escola Estadual, ensino fundamental e médio, criada pelo Decreto Estadual nº. 4.478, de 9 de junho de 1965, assinado pelo então governador Aluízio Alves. Justa homenagem a um dos mais dedicados educadores do Apodi. Faleceu em sua terra natal no dia 10 de junho de 1940. 
FONTE - VÁLTER DE BRITO GUERRA - APODI, SUA HISTÓRIA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
SOU TRICOLOR DE CORAÇÃO, BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ